terça-feira, 18 de julho de 2017

Caixa de Pássaros - Não abra os olhos [RESENHA]


Olá gente, tudo bem??

Desculpem a demora para postar. Mas hoje venho com o livro Caixa de Pássaros - Não abra os olhos. Vamos lá?!

Livro e os mimos da @bfaria25

Livro: Caixa de Pássaros - Não abra os olhos
Autor: Josh Malerman
Páginas: 268
Editora: Intrínseca
Tradução: Carolina Selvatici
Contos de terror / Ficção

"Quatro anos depois de tudo ter começado, restaram poucos sobreviventes, incluindo Malorie e seus dois filhos pequenos. Morando numa casa abandonada próxima ao rio, ela sonha há tempos em fugir para um local onde sua família possa ficar em segurança. Mas a jornada que têm pela frente será assustadora: 32 quilômetros rio abaixo em um barco a remo, vendados, contando apenas com a inteligência de Malorie e os ouvidos treinados das crianças. Uma decisão errada e eles morrem. E ainda há alguma coisa os seguindo. Será que é um homem, um animal ou uma criatura desconhecida?" - Sinopse.

O livro me surpreendeu positivamente. Já imagina, pela capa, que seria um livro de suspense, mas como não é o meu forte para leitura, nunca fui atrás de comprá-lo e ler. Via, por meio do instagram, várias pessoas postando foto sobre o livro, mas a vontade nunca despertou. Por meio da leitura coletiva realizada pela querida Bianca Faria (@bfaria25), tive a oportunidade de conhecer melhor o livro. No fim, explicarei como funciona a leitura coletiva realizada pela Bianca.

É um livro que me deixou muito curiosa em saber o que aconteceria. Os capítulos não são tão longos entre um e outro, o que ajuda. Em uma mistura de presente e passado, o autor vai nos mostrando o motivo pelo qual as pessoas começaram a fechar suas casas, colocar proteções em portas, janelas, em qualquer espaço que desse acesso ao mundo exterior. ver a rua, ir até ao mercado/farmárcia/enfim? Pense inúmeras vezes antes de correr qualquer risco. E se for sair, NÃO ABRA OS OLHOS. A sensação que se tem, literalmente, é que os personagens vivem em uma caixa de pássaros coberta. 

Uma mistura de agonia, suspensa, mistério, vontade de querer ajudar cada um a desvendar o tal desconhecido. Quem, ou o que, estava fazendo tudo isso? Malorie treinou as duas crianças para terem uma excelente audição: desde bebês treinava-os para o grande dia de libertação. Será que conseguiram chegar em um local seguro, longe da tal coisa? Como foi esse trajeto? O novo lugar é seguro? será que a coisa os abordou? Muitas perguntas que, para descobrir as respostas, se deixe embarcar nessa aventura misteriosamente gostosa.

Super indico a leitura. Como comentei, me surpreendeu positivamente. Gostei. E fico em dúvida se o livro merece ter uma continuação ou não. E você, já teve a oportunidade de ler Caixa de Pássaros? O que achou? Conte-nos.

Sobre a leitura coletiva, a Bianca convida seus seguidores e parceiros. Ela sempre pede para que cada um envie uma foto com o livro (pode ser físico ou e-book). Há um limite de participantes (leitores). Ela delimita um tempo para que todos possam realizar a leitura - ou seja, tem data estipulada para início e fim. Cada um lê no seu ritmo, no seu tempo, pode começar após a data de início estabelecida, mas tem que terminar até a data que ela estipulou. As duas leituras coletivas em que eu participei, ela pegou um feriado bem como uns dias depois. Cada um no seu ritmo. Ela faz um grupo no instagram para que possamos comentar (sem spoiler, para não estragar a surpresa rs). Ao terminar a leitura, cada participante envia seu comentário sobre o livro, o que achou. Quando todos terminam de ler, podemos comentar sobre o livro, falar dos acontecimentos, etc. Como mimo e agradecimento da participação, a Bianca enviar o marcador de páginas do livro lido, uma montagem com as fotos dos participantes e uma foto com o seu comentário e a sua foto (como a foto acima). 



Bom, espero que tenham gostado. E não esqueçam de seguir o Blog Tem de Tudo no facebook e no instagram.

Instagram: @blogtemdetd
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br

Um super beijos e até a próxima!!!

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Minha Mãe É Uma Peça 2 (FILME)

Oiii geeente, tudo bem amores e amoras? Comigo tudo ótimo!!

Hoje vim falar sobre o filme do Paulo Gustavo - Minha Mãe É Uma Peça 2.

Foto: Internet

Eu simplesmente adorei. O filme é muito bacana, rendeu várias risadas, choros (sim, chorei com a tia da Dona Hermínia), chorar de tanto rir rs. Não tem como você não se encontrar em algum momento, de algum personagem. Independente se você ainda não é mãe. Com certeza alguma situação já aconteceu em todas as famílias rs.

Foto: Internet
Dona Hermínia agora apresenta um programa de televisão que está dando super certo. Só que dessa vez sentirá falta de seus filhos pois sofrerá a síndrome do ninho vazio, pois Marcelina e Juliano decidem ir atrás de seus sonhos. Porém, neste meio tempo, Lucia Helena, uma das irmãs de Dona Hermínia, vem passar uns dias no Brasil. Para quê né. Vai render boas risadas e boas tiradas da Dona Hermínia.

Tem ideia do que é Dona Hermínia na balada tentando arranjar um gatinho para Marcelina? Curtir a baladinha com os filhos? Ou indo comprar presente para o neto, filho do Garib, e ele querendo tudo da loja? Ou ser (quase) assaltada e pedir ajuda para o rapaz levar suas compras para casa? Isso porque ela é a mais calma da família kkkkkk.

Simplesmente demais o filme. Paulo Gustavo e toda a equipe, parabéns pelo filme. Sai mais leve de tanto rir e me divertir. E dessa vez o marido do Paulo Gustavo, o dermatologista Thales, faz uma participação especial no filme, contracenando com Dona Hermínia. Thales interpreta ele mesmo.

Corre que ainda dá tempo de assistir o filme nos cinemas. Vale a pena conferir e se divertir. Quem já foi assistir o filme, conta o que achou. Quem não foi, assisti e depois vem contar sobre o filme.

Vou deixar as páginas do filme e do Paulo Gustavo. Acompanho ele no insta e me divirto rs.
Facebook filme: Minha Mãe é uma Peça - O Filme
Facebook Paulo Gustavo: Paulo Gustavo
Instagram: @paulogustavo31

Foto: internet
Bom, por hoje é isso pessoal.
Não esqueçam de seguir o Blog Tem de Tudo no Facebook e Instagram.

Facebook: Tem de Tudo
Instragram: @blogtemdetd
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br

Um super beijo e até a próxima.

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Avoar - Cia Pic Nic

Oiee meus amores e amoras, tudo bem???

Hoje vim falar de uma peça que fui assistir ontem, em São Paulo, no Teatro Raposo (Sala Irene Ravache), no Raposo Shopping. A peça chama-se Avoar, da Cia Pic Nic.

Conheci o pessoal da Cia Pic Nic há uns 10 anos atrás, mais ou menos em 2006/2007. Primeiro assisti o espetáculo Panos e Lendas deles e, ontem (10/01), tive a oportunidade de assistir Avoar. Simplesmente amei.

O público alvo deles é o infantil, mas confesso que, mesmo que você não tenha alguma criança para levar (sobrinho, filho, enteado, vizinho, primo, enfim), vale a pena assistir. Voltei no tempo, relembrei de brincadeiras da época em que eu era criança, situações em que me perguntava "Será que eu reagia assim?", "Nossa, já vi muitas situações de crianças reagindo de forma semelhante.". Foi um momento bem gostoso. 

Avoar (Foto: Facebook)
Além de relembrar brincadeiras, a peça envolve música que embala e encanta cada momento. Todas as crianças ficaram encantadas e vidradas, se divertiram. O pessoal da peça interage, em alguns momentos, com o público, mas não de uma forma que coloque alguém em uma situação delicada. No fim da peça, eles mexem com bolinha de sabão. Algumas crianças vão até a frente do palco para estourá-las. Muito bacana.

Após o espetáculo, os atores tiram fotos com o pessoal, bate um papo e divulga o CD da outra peça, Panos e Lendas (que também é demais. As crianças adoram). Para quem quiser ir assistir, super indico: sozinho ou acompanhado! E o preço é acessível. Vou deixar a sinopse da peça e as informações de onde ocorrem as apresentações, tanto do Avoar quando dos Panos e Lendas.

"AVOAR"
Avoar (Foto: Blog Tem de Tudo)
Numa metrópole qualquer, entre edifícios e em meio à confusão do dia-a-dia, personagens melancólicos movidos pela saudade de um tempo feliz, perdido em suas lembranças, quebram a monotonia e frieza da cidade com brincadeiras e canções. Saem então em busca da alegria perdida personificada em UMA LUA, UMA PALMEIRA e UMA CANÇÃO, pedidas na brincadeira "Boca de Forno". A partir daí, o enredo ganha forma através de um jogo lúdico de ação e de belas canções. Os Clowns, que permeiam perfeitamente pelo universo adulto e infantil, passeiam por parlendas e cantigas de roda, recuperando o espírito infantil e a magia da descoberta.
O cenário, adereços e figurinos são compostos de materiais reutilizáveis e recicláveis, assumindo novas funções e utilidades valendo-se de seus contornos lúdicos. As músicas executadas ao vivo criam ao espectador uma atmosfera de imaginação e alegria.
Elenco:
Fernanda Leal - Gabriel Ivanoff - Rita Gutt - Rita Ivanoff - Chico Cabrea - Michel Seba

Texto: Vladimir Capella / Direção Musical: Thiago Freire e Gabriel Ivanoof / Direção Geral: Chico Cabrera

Local: Teatro Raposo Shopping - Sala Irene Ravache
Contato: (11) 3732-9006
Festival de Férias
Rodovia Raposo Tavares, Km 14,5. Jardim Boa Vista. - piso cinema.
Avoar: Toda Terça feira (de Janeiro), as 16hs. (até 31 de Janeiro)
Panos e Lendas: Todo sábado (janeiro), as 14h. (até 31 de Janeiro)
Ingressos R$ 30,00 / Meia R$ 15,00.
252 lugares. Classificação Livre.
Horário da bilheteria: de 3ª feira a domingo: das 14h as 22h, ou até o início da apresentação.
Estacionamento: R$ 7,00 por 4 horas. Lugares para cadeirantes e obesos.
Apresentações especiais para Empresas, Escolas e Grupo, entrem em contato:
(11) 4232-2590 - www.ciapicnic.com

Quem quiser conhecer mais sobre as peças a Cia Pic Nic, ver alguns trechinhos, segue um vídeo de um programa que o diretor Chico Cabrera participou contando um pouco de cada peça: Panos e Lendas / Avor - Chico Cabrera no Programa Em Cartaz.
Avoar (Foto: Blog Tem de Tudo)
Avoar (Foto: Blog Tem de Tudo)


























video

Parabéns, novamente, Cia Pic Nic pelo belo trabalho que realizam. Que vocês continuem colhendo bons frutos e muito sucesso. Quem for assistir as peças, mande um beijo da Amanda, do Blog. Para quem quiser conhecer a Cia Pic Nic, deixo o site e facebook.
Facebook: Cia Pic Nic - Avoar - Panos e Lendas

Espero que tenham gostado. Deixei um vídeo que fiz ontem na peça, quase no final. Como vocês podem notar, os próprios atores que tocam.

Não esqueçam de seguir o Blog Tem de Tudo nas redes sociais.
Facebook: Blog Tem de Tudo
Instagram: @blogtemdetd
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br - dicas, sugestões, parcerias - entrem em contato.

Um grande beijo.


quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

eu estive aqui - Gayle Forman (RESENHA)

Olááá meus amores e amoras, tudo bem?! Comigo tudo ótimo.

Mais um livro que terminei: EU ESTIVE AQUI. Esse eu estava lendo já faz um tempinho. entrei de férias, demorei para voltar a ler. Mas finalizei hoje.
Foto: Blog Trm de Tudo


Livro: EU ESTIVE AQUI
Autora: Gayle Forman
Editora Arqueiro - 2015
Outras obras da autora: Se eu ficar e Para onde ela foi

Bom, vamos lá rs.
Comprei esse livro na Americanas, um dia antes da Black Friday. Confesso que achei que teria um pouco mais de suspense, mas, no geral, gostei, mesmo esperando um pouco mais rs.

Cody e Meg são melhores amigas desde pequenas. Elas planejam estudar juntas na cidade de Seattle (EUA). Porém, tudo muda quando Meg comete suicídio. Isso deixa Cody muito abalada, bem como os pais de Meg, conhecidos, colegas de república onde ela fazia faculdade.

Os pais de Meg pedem para que Cody vá até onde ela estudava e pegue os pertences dela para trazer para casa. É aí que Cody começa a perceber algumas coisas estranhas: em sua casa, Meg deixava as coisas desorganizadas e na república, seu quarto era organizadinho; ela tinha um poster um tanto quanto estranho; ao coneter o suicídio, Meg manda um e-mail para ela e os pais pedindo desculpas; entre outras coisas.

Foto: Blog Tem de Tudo
Cody acaba ficando com o computador de Meg. Ela começa a mexer nos e-mails da amiga e começa a perceber que ela trocou mensagens com um rapaz de uma banda, Ben, o qual a deixou desconfiada que pudesse ter algo ligado ao suicídio da amiga. Este, por sua vez, apesar de sentir certa culpa pelo acontecimento, não tinha ligação alguma com o ocorrido.

Um dos arquivos da lixeira do e-mail de Meg estava bloqueado. Cody precisaria de ajuda de alguém que entendesse de computação para poder desbloquear e, assim, conseguir entender melhor o que levou a amiga a tomar tal decisão. Eis que Cody começa a ter amizade com algumas pessoas que viviam com amiga e um dos colegas dela a ajuda a desbloquear os arquivos. É ai que Cody começa a entrar no mundo em que a amiga vivia: descobre que Meg tinha depressão e, com isso, toma uma atitude para chegar ao suicídio. Mas qual é essa decisão? Qual é essa atitude?

Cody não mede esforços para entender o motivo pelo qual a amiga fez o que fez, vai atrás da pessoa que possivelmente influenciou Meg, deu as dicas e caminhos necessários para a amiga. Apesar de não saber diretamente o que estava acontecendo e o Cody queria, Ben, o rapaz da banda que teve um caso com Meg, estava com ela para ajudá-la a entender o que aconteceu. Como será que foi a reação de Cody? Como ela contou para os pais de Meg o que ela descobriu? Será que eles já sabiam de tudo ou ficaram impressionado com algumas descobertas de Cody?

Foto: Blog Tem de Tudo

Como comentei, achei que poderia ter um ter um pouco mais de suspense, achei que falta algo a mais para deixá-lo com um ar de "ai meu deus, o que vai acontecer?", mas, no final, eu gostei. O livro também aborda a forma que é o relacionamento entre os adolescentes e suas famílias. Cheguei a ver o filme do outro livro da autora "Se eu ficar". Provavelmente não conseguirei ler o livro, se um dia tiver a oportunidade de ler, pois já tive a experiência de ver o filme 1o e depois ler "Comer, rezar, amar", e a leitura ficou um pouco enrolada. Como eu já sabia o que aconteceria, não consegui imaginar como eu gostaria as coisas rs. 

Alguém já leu esse livro? O que achou? Contem-me a opinião de vocês!!! =)

E não esqueçam de seguir o Blog Tem de Tudo nas redes sociais:
Instagram: @blogtemdetd
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br

Espero por vocês lá..

Suuuper beijos!!!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

[Resenhas] Extraordinário e João Francisco

Olá amores e amoras, tudo bem?! Como foi o Natal de vocês? Espero que tenha sido tudo lindo e maravilhoso.

Hoje vou fazer resenha de dois livros! Um deles estou até pensando em fazer um sorteio no instragram. Estou conversando com o pessoal da editora. Fiquem ligados no instagram do blog (@blogtemdetd).

Os livros de hoje são: Extraordinário, de R. J. Palacio; e do João Francisco, de Mariza Lima Gonçalves. 

Eu gostei dos dois livros. O "Extraordinário" eu comprei na Lojas Americanas e o "João Francisco" eu comprei no lançamento em parceria com a Casa da Joanna (já fiz um post sobre um projeto deles: Livre-se) que teve  em São Caetano, que eu cheguei a divulgar no instagram do blog. Bom vamos lá.

- João Francisco - Mariza Lima Gonçalves. 

Durante o lançamento, conversei com a Mariza. Foi um papo rápido, porém muito gostoso. Além de escritora, Mariza é professora, poetisa e membro da Academia popular de Letras. Durante os anos em que deu aula, Mariza encontrou diversos alunos que apresentavam dificuldades de aprendizagem. Isso a inspirou para escrever João Francisco. No livro, ela conta sobre um garoto que tem dificuldades de aprendizagem, porém não especifica o que ele tem (TDAH, déficit de atenção, dislexia, enfim. Mariza preferiu não falar o que João tem). Com essas dificuldades, João apresenta também dificuldade de ter amigos para fazer trabalhos pois acham que ele tem preguiça, não quer fazer, não tem interesse e, na verdade, não é nada disso. Somente uma colega de sala que tem mais paciência, porém em certa vez ela também não tem paciência e acaba deixando-o de lado. Ele fica chateado com ela. Ao faltar na escola e sentira ausência de João, a amiga vai ao encontro dele e o faz perceber que ele pode fazer diversas coisas que o ajude a enfrentar seus desafios, que ele é capaz de superar suas dificuldades. Eles começam a ter um relacionamento com ela e começa a fazer acompanhamento. Achei muito interessante o livro pois nos faz refletir e lembrar quantas vezes tivemos colegas de sala que aparentavam não ter interesse, não irem bem em alguma matéria (ou até mesmo na maioria delas) e, por que não, essas pessoas poderiam ter alguma dificuldade de aprendizagem, algum distúrbio no processo de aprendizagem que o impedia de ir bem. Sendo professora também, vejo que as vezes em sala de aula encontramos casos assim. Há alunos que se solidarizam com o amigo que tem dificuldade, pede para ajudar, fazer uma atividade junto. 

Hoje há mais especialistas (acho que por estar dentro de escola, conheço mais pessoas que possam ajudar). Antigamente, talvez até tivesse mas será que os pais tinham conhecimento? Com ajuda de psicólogos, psicopedagogos, aulas de reforço, acompanhamento pedagógico, enfim, o aluno pode se desenvolver mais, saber lidar melhor com essas situações e não ficar desanimados e fazer com que isso atrapalhe seu rendimento escolar. É uma leitura rápida, li em questão de 3, 4 horas; é uma escrita em 1ª pessoa. Acho válido a leitura para todas as pessoas, não somente pais, educadores, alunos e especialistas. Acredito que muitas vezes em qualquer área de atuação / trabalho, podemos encontrar pessoas que tem dificuldade em aprendem algo novo e isso pode atrapalhar o rendimento profissional também e, as vezes, aquele funcionário que pode ser "desinteressado", "preguiçoso", "desligado", "que já foi ensinado várias vezes e parece que não entende", talvez ele tenha alguma dificuldade, algo que atrapalhe a total compreensão. Quem sabe se procurarmos outras formas ou entender o que se passa, isso não ajude a melhorar o desempenho da pessoa e do ambiente profissional. Fica a dica de leitura para todos! Parabéns Mariza e a Casa da Joanna pelo lançamento do livro. Muito delicioso, emocionante e motivador. Me trouxe várias inquietações, questionamentos, me deixou incomodada (pelo lado bom) com pontos na minha profissão e na vida.

- Extraordinário - R. J. Palacio

Eu me emocionei com esse livro. Achei muito bacana. Também é escrito em 1ª pessoa e achei muito interessante a forma que o autor divide o livro e mostra o olhar de pessoas que estão em volta de Auggie Pullman. Mais um livro que nos faz refletir como enfrentamos nossos colegas que apresentam alguma dificuldade e/ou aparência que é considerada fora do que achamos normal.
Auggie nasceu com uma síndrome genética, o que  despertar olhares curiosos, piadinhas, que o fez ser maduro para a pouca idade que tem. Ele nunca frequentou uma escola. Recebeu os ensinamentos escolares em casa (o que nos EUA é bem conhecido e chamado de homeschooling). No entanto, os pais de Auggie acreditam que seja um bom momento para que ele frequente um novo ambiente, conheça novas pessoas. A princípio, Auggie não gosta da ideia e fica receoso. Ele tem noção de que poderá e irá sofrer com as possíveis piadinhas e brincadeiras de algumas pessoas. Seus pais visitam a escola onde ele cursará a 5ª série. O diretor teve a ideia em chamar 3 crianças para mostrar a escola ao Auggie e, assim, já enturmá-lo. Porém, ao iniciar as aulas, somente um dos meninos manteve o contato com Auggie. Contudo, na comemoração do Halloween, ele escutou algo que não o agradou e deixou extremamente decepcionado.
Auggie é uma criança madura mas, ao mesmo tempo, tem atitudes que são para sua idade: chora, sofre com as decepções, entretanto mostra ser forte o suficiente e faz até brincadeiras sobre situações da vida, o que faz as outras pessoas rirem e encarar com naturalidade sua aparência. É interessante e encantador de perceber como acontece toda a adaptação do personagem em seu novo ambiente escolar: ele entra com quase nenhum amigo e, ao final do ano letivo é emocionante de notar como ele está em uma situação oposta. Mas como será que ocorreu todo esse caminhar? O que será que ele precisou passar para chegar onde chegou, conquistar quem ele conquistou? Será que aqueles "amigos", colegas, conseguiram sustentar as piadinhas e foram os "engraçadões" sempre?!

Mais um livro que nos permite refletir se fizemos piadinhas sobre a aparência de algum colega em escola e nos faz pensar: será que se fosse comigo, eu gostaria disso? Durante o livro, fiquei com vontade de abraçar e proteger Auggie; com orgulho de como ele encarou seus medos e novos desafios; feliz como novos amigos verdadeiros foram cercando Auggie e deixaram o preconceito de lado; e com vontade de falar poucas e boas para outros personagens que queriam ser os "melhores" por fazer piadinhas (o bullying) e desvalorizar o outro. O autor demonstrou todas essas situações de uma forma clara, com uma linguagem de fácil entendimento. Mostrou que, quando queremos, podemos fazer a diferença na vida de uma pessoa. Auggie se mostrou um exemplo de superação, amor, doçura, força de vontade, delicadeza, um misto de emoções. Vale super a pena a leitura para refletirmos sobre a vida, sobre nosso olhar com as pessoas em diferentes lugares. Mais uma dica de livro.

Bom, por hoje, resenha pós Natal, deixo as indicações desses dois livros: João Francisco e Extraordinário. Livros que nos fazem perceber que nem tudo é tão fácil quanto parece mas também nem tão difícil que tenhamos que desistir do que queremos e acreditamos. Atualmente estou lendo "Eu estive aqui" - Gayle Forman.

Não esqueçam de curtir e acompanhar o Blog Tem de Tudo no facebook e no instragram, ok?! Espero vocês lá.
Instagram: @blogtemdetd
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br - sugestões, ideias, parcerias, indicações, entrem em contato por e-mail ou direct no insta.

Um grande beijo. Deixo já meus votos de um lindo Ano Novo para todos, que 2017 seja um ano maravilhoso para todos nós! ;)

Super beijos!!!

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

TAGs Literárias

Oláá meus amores e amoras, tudo bem??

Hoje eu venho trazer várias TAGs Literárias que eu vi no instagram do Blog e quis compartilhar com vocês. Deixo o convite para quem quiser responder e compartilhar!! Vamos lá?!








- Segundo nome: de (vou optar por esse)
- Estação favorita: Verão
- Bebida Favorita: Suco
- Hobbie: Ler e ver TV
- Apelido: Mandi, Mandinha






Melhor livro do ano: (pode mais de um? rs) O Resgate, Diário de uma paixão, O amor nos tempos do ouro.
Hobbies (além de ler): Ver TV
Livro que está querendo: Melancia
Autora preferida: Jojo Moyes.
Autor preferido: Nicholas Sparks
Se pudesse transformar 3 personagem em pessoas, quais seriam? Cécile, Noah Calhoun, Allie.




1 - Um livro com a letra inicial do meu nome: À Primeira Vista.
2 - Melhor livro que já li: O Resgate.
3 - Último livro comprado: Extraordinário e Uma Longa Jornada
4 - Livro mais antigo na estante e 5 - Box Favorito: Saga Crepúsculo
6 - Melhor adaptação cinematográfica: Como eu era antes de você






1 - O amor nos tempos do ouro.
2 - 1 vez por mês (nesse segundo semestre / 2016).
3 - O Resgate, Diário de uma Paixão, etc.
4 - Cidades de Papel.
5 - Saga Crepúsculo.
6 - Em casa.
7 - Extraordinário.
8 - Uma carta de amor ou Uma longa Jornada.





Bom... Esaas foram as 4 TAGs Literárias. Espero que tenham gostado. Tem uma TAG para sugerir? Quer responder também? Entre em contato. E não esqueçam de acessar e seguir o blog nas redes sociais.

- Facebook: Blog Tem de Tudo - por Amanda
- Instagram: @blogtemdetd
- E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br

Beijocas!!Até a próxima!!

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

O amor nos tempos do ouro [Resenha]

Oláá amores e amoras, tudo bem?

Desculpem a sumida. Estava corrida com as coisas do trabalho, mas cá estou e trago a resenha de um livro que acabei de ler no feriado: O AMOR NOS TEMPOS DO OURO da Marina Carvalho.

Ganhei esse livro em um sorteio do @estantismo! Quando chegou, logo adorei a capa.

Foto: internet
Comecei a lê-lo e fui me apaixonando pelo livro. A história ocorre no Brasil, em torno do ano de 1734 e tem como personagens principais Fernão, Cécile e Euclides de Andrade.

Cécile perde sua família (pais e 2 irmãos - a mãe é portuguesa, o pai francês, os quais lhe deram uma educação mais diferente do que as demais meninas da época, pois, para o pai, acima de tudo, acredita que para encontrar um marido, seria importante que o amor prevalecesse, e não somente o dinheiro e boas relações, que, na época, eram visados) e tem como única amiga e parceira sua dama de companhia. Como único parente vivo, ela vem da Europa para o Brasil colônia e fica com seu tio Euzébio - irmão da sua mãe - o qual não aprova como foi educada, pois considera que os pais lhe deram muito "voz". Este, por sua vez, lhe arranja um marido: Euclides - tem bens, mora em Minas Gerais, é rico, viúvo e acredita que, por se casar com uma moça jovem como Cécile, poderá ter mais filhos. Além disso, seu tio visa conseguir ter acesso ao dinheiro de sua sobrinha quando ela se casasse com Euclides. Contudo, não deixa sua dama de companhia acompanhá-la na viagem e nomeia outra moça para ficar de acompanhante de sua sobrinha.

Para acompanhar a viagem de Cécile do Rio de Janeiro para Minas Gerais, e garantir que ela chegue sã e salva, Fernão e seus homens, acompanham Cécile durante todo o trajeto. Fernão fica responsável para que tudo dê certo durante o percurso. Cécile, a princípio, cria certa barreira com Fernão. Afinal, quem é que ficaria feliz com o rapaz que lhe levará ao encontro do seu noivo, o qual você nunca o viu, mas sabe que é autoritário e todos falam que ele não é uma boa pessoa? Eu ficaria com um pé atrás também rsrs.


Durante o trajeto, Fernão salva Cécile de um dos homens que estão com eles, pois este quase abusa da moça e (quase) lhe tira a honra. Fernão o mata. Cécile fica grata por Fernão salvá-la e começa a notar que um sentimento diferente começa a surgir. Quase chegando nas terras de Euclides, Cécile pede para Fernão que não lhe leve até seu noivo, salvando-a de seu tão temido casamento e futuro. Porém, nada comove Fernão, pois também precisa receber o que lhe foi prometido de pagamento.

Cécile chega nas terras de Euclides e este já mostra seu autoritarismo: não aceita que a noiva fale quando não for solicitada, só poderá andar fora da casa com companhia, entre outras coisas que eram da época. Ela, por sua vez, em um momento que nota que um dos escravos está sendo maltratado  por um feitor, toma partido do escravo, deixando todos espantados. Seu noivo, ao saber, não gosta e, como punição, deixa-a somente com pão e água. Fernão ao saber do ocorrido, nota que poderia ter salvo Cécile quando ela lhe pediu para não ser entregue ao noivo. Junto de alguns escravos, Fernão elaborou um plano para que fugissem e levassem Cécile junto.

Ao contar para a moça, Cécile aceita. Tudo ocorre como planejado. E eles vão para um quilombo, encontrar com outros ex-escravos. Ao chegarem lá, Fernão conversa com o chefe do quilombo e chegam a conclusão que para que Euclides e Euzébio não coloquem as mãos na fortuna de Cécile e que tutores não atrapalhem a vida da moça, o ideal é que eles se casem. Fernão gosta da ideia pois já alimenta um bom sentimento pela moça. Quando Fernão lhe conta o que pensaram, ele diz que o casamento seria momentâneo e que ela poderia voltar para a França quando quisesse. Cécile fica triste e feliz ao mesmo tempo: triste pois já tinha bons sentimentos por Fernão e feliz por estar casada com o rapaz que acreditava ser seu amor.

Casamento realizado em terras quilombolas com a benção do padre que acompanhou Cécile da Europa para o Brasil, é ai que tudo acontece. Euclides já sabe do ocorrido e pede para seus homens irem atrás de sua (ex) noiva. Seu filho, um jovem advogado, que fez a faculdade na Europa e engravidou uma das escravas porém não qui assumir o filho, está no Brasil. O rapaz não quer saber de nada sério, sempre teve tudo o que quis. Enquanto vivem dias de tranquilidade, os capangas de Euclides descobrem onde Fernão e Cécile estão. Levam Fernão para as terras de Euclides. Cécile se desespera e não mede esforços para ir atrás de seu marido. Mas o que será que acontece com eles? Será que Cécile consegue salvar Fernão?

Fernão consegue se salvar dos homens de Euclides e voltar para Cécile? Será que ela pede ajuda para para Bartolomeu Dias? Será que os escravos amigos de Cécile e Fernão lhe ajudam ou ficam com medo do autoritário Euclides e não aceitam o confronto? Será que o filho de Euclides deixa de ser um filho esnobe e pede uma nova chance e um voto de confiança para Cécile, Fernão e os escravos? Será que a escrava que espera o filho de Henrique (filho de Euclides) aceita o perdão do rapaz?

Perguntas e mais perguntas. A leitura é super gostosa, fácil de entender e apaixonante. Vale a pena.

Marina Carvalho (Foto: Internet)

Para quem quiser conhecer mais sobre a autora, Marina Carvalho, deixo um link de uma entrevista que ela deu há 2 anos - Entrevista Marina Carvalho e uma breve biografia dela da Editora Novas Páginas - Biografia Marina Carvalho. "O amor nos tempos do ouro" foi seu primeiro livro publicado pela Globo Alt e o sexto publicado desde 2013.

Deixo também um link para quem quiser conhecer outras obras da autora, que estão no Blog A Coruja Literária: Os livros de Marina Carvalho.

A página da Marina no face é Marina Carvalho (Facebook). Já no instagram - @marinacarvalhoescritora

Espero que tenham gostado da resenha. Quem já leu, deixe seu comentário falando sobre o que achou do livro.

E não esqueçam de seguir o Blog tem de udo nas redes sociais:
Instagram: @blogtemdetd
Facebook: Tem de Tudo - por Amanda
E-mail: temdetudoblog@yahoo.com.br

Um grande beijo!!